Saiba o que não fazer ao visitar um imóvel

A visita ao imóvel pode ser o ponto final em uma negociação de venda ou aluguel, e o comportamento do corretor é determinante para sabermos se haverá um “final feliz” ou não.

O momento em que a pessoa interessada entra em contato com o imóvel é a melhor oportunidade para que você a encante e termine de convencê-la que este é o investimento ideal.

Pensando nisso, trouxemos algumas recomendações sobre o que não fazer em uma visita de apresentação de imóveis.



Imóvel Integrado

Falta de entusiasmo

Você precisa entender que seu cliente em potencial deve ser encantado pelo imóvel e, desta forma, se ver quase que obrigado a fechar negócio, uma vez que será difícil se “apaixonar” assim por outro imóvel.

A falta de entusiasmo por parte do corretor gera a impressão de que aquele é apenas mais um imóvel, sem muitos diferenciais dos demais, levando o interessado a analisar questões como preço e forma de pagamento no momento de tomar sua decisão.

Além disse, um corretor sem entusiasmo também não transmite confiança. Ao dar a impressão de que você só está ali por obrigação, o possível cliente não se sente valorizado, e também passa a desconfiar do motivo desta falta de interesse, chegando a pensar que pode ser por algum defeito no imóvel.

Pressa

O imóvel que você está apresentando pode ser tanto um investimento como um novo lar. Em qualquer uma das hipóteses, trata-se de algo grande, que merece a devida atenção. Desta forma, a pessoa interessada quer analisar com tranquilidade o imóvel em questão.

Por isso o corretor jamais pode ter pressa ao apresentar um imóvel. Pense que ele não é simplesmente uma “caixa” com portas e janelas. Cada imóvel tem sua peculiaridade, detalhes que fazem toda a diferença e que importam ao potencial comprador.

Ao apresentar o imóvel, tenha a tranquilidade suficiente para mostrar todos os pontos positivos. Mas lembre-se de verificar com o interessado o tempo que ele tem disponível, para que você não se torne um empecilho em sua rotina.

Desconhecimento

Quando tratamos de desconhecimento, este está relacionado tanto ao imóvel e sua região, quanto às necessidades do interessado. De qualquer forma, é uma falha que deve ser evitada.

Sobre as características do imóvel, a falta de conhecimento também demonstra falta de profissionalismo. Além disso, você perde ótimas oportunidades de conquistar seu comprador por conta dos detalhes.

Já o desconhecimento das necessidades de quem está visitando o imóvel pode levar ao cansaço do mesmo, uma vez que você poderá apresentar várias opções que nãos e encaixam no perfil do interessado. Além do fato de que, novamente, perde-se a oportunidade de conquista-lo por características específicas.

Desorganização do imóvel

O visitante precisa ter uma visão ampla do imóvel que está sendo apresentado, podendo visualizar mentalmente como se instalará naquele imóvel, como os móveis irão se encaixar, etc.

Se o imóvel se encontra bagunçado, com materiais de construção, mobília antiga ou quaisquer outros itens espalhados, esta visualização fica prejudicada. Há, inclusive, o risco de se enxergar o imóvel menor do que realmente ele é. Isto sem contar na imagem ruim que você passa como corretor.

Falta de foco

Como dito acima, o desconhecimento pode ser fatal na apresentação de um imóvel. Uma das consequências e a falta de foco no que realmente importa, atentando-se para características secundárias e de menor importância.

Foque nos pontos principais de cada imóvel, no que o diferencia dos demais e no que realmente encherá os olhos do comprador. Ao perder tempo com outras características, você também perde a atenção de quem está visitando, o que dificultará o fechamento do negócio.

Como Montar e Administrar uma Imobiliária

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.