Como elaborar um plano de cargos e salários

Como elaborar um plano de cargos e salários

Desde a entrevista de emprego até o término do contrato de trabalho, podemos dizer que um dos temas mais relevantes a serem tratados é o salário. O cálculo do valor a ser pago ao colaborador pode variar muito e deve, no final das contas, ser atrativo para ele e para a empresa.

Uma das formas de garantir padronização neste valor e mostrar ao funcionário o seu real papel dentro do negócio é a elaboração de um plano de cargos e salários. Este plano permite, entre outras coisas, padronizar a remuneração dentro da empresa, bem como ser claro com o colaborador sobre o motivo daquele ser o valor do seu salário e onde ele pode chegar.

Legislação

Quando tratamos de plano de cargos e salários devemos nos atentar com alguns fatores que não podem ser ignorados, o primeiro deles é a legislação. Principalmente em micro e pequenas empresas isto acaba passando despercebido, sem que haja má fé, mas esta não conformidade pode gerar severas penalidades ao empresário.

Treinamento Atendimento e Recepção | Universidade NuvemEntre os pontos da legislação que você deve ficar atento ao elaborar o plano de cargos e salários da sua empresa podemos citar o salário mínimo, que é o valor de remuneração mínimo estipulado pelo Governo Federal para jornadas de 44 horas semanais. Este valor pode ser proporcional às horas trabalhadas.

Também temos os pisos salariais, que variam de acordo com a região e com o cargo ocupado. Estes pisos são estipulados por leis ou por Acordos Coletivos para diferentes áreas de atuação e, normalmente, são maiores que o salário mínimo.

Por fim, também citamos a Constituição Federal e a CLT. Aqui temos regras que nos dizem que funcionários de um mesmo município que exercem a mesma função, com a mesma produtividade e possuem as mesmas qualificações devem receber salários iguais. Além disso, também temos regras que nos dizem que os salários acordados jamais devem ser reduzidos, salvo algumas exceções previstas na Constituição.

Cálculo

Para calcular o valor a ser pago, dentro do plano de cargos e salários, existem alguns métodos eficazes que garantem a satisfação do colaborador, sem comprometer o caixa da sua empresa.

O primeiro passo é o cadastro do colaborador na Classificação Brasileira de Operações. Aqui o funcionário recebe um código relativo à sua ocupação, bem como a descrição da mesma. Isto auxilia na uniformização das remunerações.

Também temos a chamada pesquisa de mercado. Como o próprio nome já diz, você pode pesquisar em empresas semelhantes às suas, no mesmo ramo de atuação ou próximas, os valores de salários que vem sendo praticados. Isto permite que sua remuneração não esteja muito acima do praticado, o que significaria prejuízo, ou então muito abaixo, o que deixaria seu negócio pouco competitivo no momento da contratação.

Como Montar e Administrar uma Imobiliária

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.