Investimentos e custos: como planejar

Entenda a diferença entre investimentos e custos, e aprenda como estruturar uma política financeira saudável na sua empresa.

Investir é essencial para o crescimento de um negócio, é uma forma de impulsionar e melhorar os processos. Os investimentos, na verdade, podem ser caracterizados como gastos, porém, estão relacionados com a aquisição de bens. Já os custos, são os gastos com as despesas da estrutura administrativa e devem ser agregados ao valor final do bem produzido.

Quando falamos em investimento, podemos pensar em mesas, cadeiras, armários, computadores de um escritório ou um novo maquinário para a fábrica. Ou seja, são gastos, mas revestidos em bens. Você pode até vendê-los futuramente.

Já os custos podem ser fixos, que são as despesas sem depender das vendas, como por exemplo: aluguel, IPTU, luz, água, gás, limpeza, internet, conta de telefone, manutenção dos equipamentos, salários e impostos, contador, advogados e taxas bancárias.

Os custos também podem ser variáveis, que são aqueles diretamente influenciados pelas vendas. São os custos para fabricar o produto, a matéria-prima, a embalagem e taxas referente à forma de pagamento e impostos.

Há ainda, os custos com a divulgação do seu produto. Esses gastos com marketing podem ser por impulsionamento no Google ou em alguma rede social, além de distribuição de panfletos e publicação em outdoors. Não importa a forma de divulgação, o importante é que você deixe uma quantia reservada para esse tipo de ação.

Busque alternativas que diminuam as despesas e os custos, mas sem comprometer a qualidade final do produto. Assim, você gera valor tanto para sua empresa quanto para o seu cliente.

Planeje mensalmente os seus gastos e entenda qual investimento será necessário para manter o seu empreendimento funcionando de forma saudável. Uma dica é anotar o faturamento esperado e subtrair os custos fixos, os custos variáveis e os custos de marketing. Dessa forma, você consegue avaliar a lucratividade mensal da sua loja.

Para ajudá-lo em todos esses cálculos, os sistemas de gerenciamento on-line são excelentes ferramentas. É possível emitir relatórios de faturamento, vendas, estoque, entrada e saída, contas a pagar e receber e muitas outras opções que vão facilitar o gerenciamento da sua empresa.

nuvem-gestor

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.