Como escolher as redes sociais certas para sua empresa

A maioria das pessoas atualmente possuem perfil em pelo menos uma rede social. As empresas perceberam esta tendência e, cada vez mais, estão utilizando desta ferramenta para interagir com potenciais clientes.

O problema acontece quando a empresa usa as redes sociais de forma equivocada e, consequentemente, funcionários acabam despendendo tempo em uma atividade que não traz retorno financeiro (vendas).

Possuir conta em uma ou mais redes sociais não é nenhum bicho de sete cabeças, mas também não pode ser feito sem planejamento. Hoje você vai aprender um pouco mais sobre as principais redes sociais, o que elas oferecem e como se dá a interação com o público, para aí sim decidir em quais, e como, sua empresa estará presente.

Curso Facebook Universidade Nuvem

Facebook

Uma das redes sociais mais populares no Brasil é o Facebook. Há mais de 10 anos, milhões de usuários estão conectados por esta rede, curtindo, compartilhando, comentando publicações, etc.

Esta talvez seja, também, a rede mais popular entre as empresas brasileiras, mas existem muitos casos de utilização incorreta que prejudicam o resultado obtido na mesma com relação ao contato com clientes.

O primeiro passo para uma boa utilização é criar uma página comercial para a empresa. Se você ainda usa um perfil para representar sua marca, saiba que está deixando de aproveitar diversas funcionalidades que uma página pode oferecer.

Com uma página no Facebook você terá acesso a funcionalidades como acessos por hora e dia, perfil demográfico de quem curte, mensagens personalizadas para quem entra em contato, botão de direcionamento para link externo, entre outras.

Além disso, com uma página você terá acesso ao Gerenciador de Anúncios, com o qual você poderá impulsionar publicações e criar campanhas que serão veiculadas no próprio Facebook, no Instagram e em sites parceiros.

Instagram

O Instagram é outra rede social que pertence ao mesmo grupo do Facebook, por isso é possível conectar as duas contas. Esta conexão permite que a postagem feita em um também seja feita no outro, por exemplo. Mas não é obrigatório ter uma página no Facebook para ter uma conta no Instagram.

Esta rede social é focada no compartilhamento de imagens e vídeos, seja nos posts da linha do tempo, no chamado Instagram Stories (posts de 15 segundos que desaparecem em 24 horas) e, mais recentemente, no IGTV, que permite vídeos de longa duração.

No Instagram também é recomendável migrar para uma conta comercial, que proporciona várias funcionalidades e dados de desempenho da postagem, além de também permitir impulsionamento e campanhas pagas.

Muitas marcas utilizam o Instagram para relatar o dia a dia da empresa, cobrir eventos, além de outros posts de cunho mais informal. Esta é uma excelente rede para aumentar a proximidade entre empresa e cliente.

Tanto no Instagram quanto no Facebook, algo extremamente importante de se evitar é misturar vida pessoal e profissional. Seu cliente, ou potencial cliente, não está muito interessado em saber sobre o seu dia, mas sim sobre sua empresa, processos, ofertas, etc.

YouTube

O YouTube, como sabemos, é uma rede social voltada exclusivamente para o compartilhamento de vídeos. E aqui está uma grande oportunidade para você e sua empresa demonstrarem autoridade no seu ramo de atuação.

Muitas pessoas acessam o YouTube em busca de conhecimento e para tirar dúvidas sobre algo pontual. Por que você não aproveita isso e cria um canal com vídeos explicativos sobre diversos temas da área da sua empresa?

Existe um receio em iniciar esta prática porque entende-se que, ao ver o vídeo e tirar sua dúvida, o potencial cliente deixará de te procurar. Mas é justamente o contrário. Você estará ajudando, mesmo que remotamente, aquela pessoa e, a partir disso, será mais fácil que ela lembre da sua marca quando precisar de algum serviço.

O ideal, claro, é que você tenha uma boa infraestrutura para gravar seus vídeos, mas não dá para esperar isso acontecer. Você pode começar de forma simples. Todos nós temos uma boa câmera filmadora no bolso, que são os nossos smartphones. Lembre-se apenas de ser claro no seu texto, não ter problemas com barulhos e ruídos externos, além de sempre valorizar a imagem da sua empresa.

Twitter

O Twitter é uma rede social com menos adeptos que as citadas anteriormente, mas continua tendo seu público fiel. Nela são compartilhados textos (de no máximo 280 caracteres), podendo ser acompanhados de imagens e vídeos.

Nesta rede social é comum se compartilhar notícias e opiniões curtas. Desta forma, analise seu público-alvo e veja se você terá conteúdo interessante para compartilhar.

LinkedIn

O LinkedIn pode ser tratado como uma rede social profissional. É comum profissionais trocarem experiências e compartilharem conhecimentos. Também se utiliza bastante esta rede para recrutamento de novos colaboradores.

Desta forma, assim como no Twitter, é necessária uma análise mais minuciosa do seu público para entender se ele está presente nesta rede. Além disso, não se esqueça que esta é uma rede profissional, ou seja, é necessário um comportamento mais sério.

Oficina Integrada - Sistema de Gestão Online

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.