O que é o pró-labore?

O que é o pró-labore?

A separação entre contas pessoais e as da empresa é um ponto fundamental para o controle financeiro de micro e pequenas empresas. O fato do dono e de sócios estarem sempre muito presentes no dia a dia pode fazer com que a gestão do dinheiro fique confusa, trazendo consequências no futuro.

Uma forma contornar esta situação e garantir que proprietários e sócios possam ser remunerados de forma controlada é utilizar o pró-labore. Se você não sabe do que se trata, vamos explicar melhor sobre o assunto, além de como isto pode ser benéfico às empresas.

Imovel Integrado - Gestão para Imobiliárias e Corretores

O que é?

O pró-labore pode ser comparado a um “salário” de proprietários e sócios. Mas a comparação para por aí, pois as regras que incidem sobre eles são completamente diferentes.

É comum pagar-se o pró-labore ao proprietário, ou àqueles sócios que estão diretamente envolvidos no trabalho da empresa, como forma de remunerar a este trabalho realizado.

Existem outras formas de remuneração, como divisão dos lucros, e uma não exclui a outra. O mais comum é que tal divisão seja paga a todos, mas os sócios que participam apenas em questões financeiras não recebem o pró-labore.

Diferenças para o salário

Como foi dito acima, o pró-labore tem certas diferenças com relação ao salário. A primeira diferença é que quem recebe o primeiro não precisa receber, também, 13º salário, férias remuneradas, FGTS, etc. Este pagamento fica facultativo. Caso aconteça, deve constar no contrato social da empresa.

Desta forma, é comum que o pró-labore tenha um valor maior do que os demais salários da empresa. Não só pela responsabilidade maior dentro da organização, mas também para suprir estes outros benefícios não recebidos.

Com relação aos impostos, sobre o pró-labore, para empresas do Simples Nacional, incide 11% de juros de INSS, uma vez que é considerado como despesa operacional da empresa.

Como planejar o pagamento

Assim como as demais despesas da empresa, o pagamento do pró-labore deve ser planejado com antecedência, não só para que se tenha previsibilidade da situação financeira do seu negócio, assim como para se ter noção dos impostos a serem pagos no futuro.

Ter em mãos um sistema que faça uma gestão eficaz da parte financeira do seu negócio irá teu auxiliar no controle deste e de outros pagamentos. Com os sistemas Oficina Integrada, Imóvel Integrado, ou Nuvem Gestor você tem à sua disposição um gerenciamento profissional das finanças do seu negócio, com fluxo de caixa, contas a pagar e receber e muito mais. Clique aqui e saiba mais.

Nuvem Gestor | Sistema de Gestão Online

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.