3 erros financeiros que você não pode cometer

3 erros financeiros que você não pode cometer

Na rotina de qualquer empresa é comum que certos erros relacionados à gestão financeira aconteçam, afinal de contas o ser humano não é perfeito. O problema passa a ser quando os erros são recorrentes.

Alguns deslizes não trazem grande impacto negativo para o caixa da empresa, outros acabam passando desapercebidos. Porém o bom gestor deve ficar sempre atento com certos conceitos e práticas, para que a saúde financeira do seu negócio não seja fique comprometida e este problema acabe se tornando uma verdadeira “bola de neve”.

Se você está sentindo que sua empresa está com um bom desempenho comercial, uma boa base de clientes, mas os lucros não estão acompanhando este cenário, algo de errado pode estar acontecendo com sua gestão financeira. Hoje vamos apresentar três situações que podem causar este problema.

Oficina Integrada - Sistema de Gestão Online

Fluxo de caixa

Você sabe quanto dinheiro está entrando e saindo no seu caixa? Tem algum planejamento de quais serão as suas receitas e despesas nos próximos meses? Se você não tem este controle, conhecido como fluxo de caixa, ficará muito difícil tomar qualquer ação para melhorar os seus rendimentos.

Com a utilização do fluxo de caixa possível enxergar onde estão os seus principais custos e as maiores receitas e, de posse desses dados, criar estratégias para otimizar esta relação.

Além disso, o fluxo de caixa permite planejar com segurança o momento de investir em uma expansão, em melhorias na estrutura, aumento de funcionários, etc. É essencial realizar um bom planejamento para estas ações, para não ser pego de surpresa e, no meio do caminho, se ver com o orçamento estourado.

Contas a pagar e receber

Como dito anteriormente, o planejamento é a palavra-chave para uma gestão financeira mais eficiente. E isto passa também por não se perder com as datas de contas a pagar e a receber.

Os atrasos para pagar suas contas trazem diversos prejuízos. O primeiro deles é justamente o aumento do valor a ser pago, causado pelos juros e multas. Além disso, a inadimplência pode, com o tempo, dificultar novas negociações de preço, uma vez que você não é mais confiável para cumprir com seus compromissos.

Já o descontrole nas contas a receber pode fazer com que você tenha clientes inadimplentes e nem perceba. O “buraco” no caixa só irá ficar visível quando já for muito grande prejudicial à manutenção do negócio.

Contas pessoais e empresariais

Algo que é muito comum, principalmente quando tratamos de microempresas e microempreendedores individuais, é a falta de uma separação clara entre as contas pessoais do empreendedor e as contas da empresa.

O fato de ser proprietário de uma empresa não pode ser confundido com a falta de necessidade de um controle do dinheiro que sai do seu negócio para o seu próprio bolso.

Por mais que você seja dono do seu próprio negócio, você faz parte dele como qualquer outro colaborador. Por isso, existe uma modalidade de remuneração para proprietários e sócios, chamada pró-labore, que deve ser calculada com cuidado para não gerar prejuízo à empresa e, ao mesmo tempo, gratificar de forma justa o trabalho feito.

Imovel Integrado - Gestão para Imobiliárias e Corretores

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.