Quanto custa o seu colaborador?

As despesas gastas com um funcionário vão além do salário. É preciso estar atento a essas questões para não desregular o financeiro da sua empresa.

O sistema tributário brasileiro é um dos mais complexo, principalmente quando o assunto são os encargos trabalhistas. Avaliar quantos colaboradores sua empresa precisa e pagá-los não é suficiente. Existem pequenos impostos, tributos e investimentos que precisam ser feitos.  A conta pode parecer simples, mas se você não colocar na ponta do lápis, pode acabar deixando passar alguma coisa e prejudicar o seu financeiro. Confira todos os custos relacionados a funcionários.

Mais que o salário

Além do salário, existem outros encargos que devem ser pagos diretamente ao trabalhador e impostos que devem ser recolhidos na Folha de Pagamento. Um deles é o desconto do INSS que varia de acordo com o salário, chegando a 27,5% de desconto, no máximo. Um encargo também cobrado todo mês é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Taxas ao longo do ano

É obrigatório que toda empresa pague ao funcionário o 13º Salário, as férias e o adicional de férias.

É preciso levar em conta se você oferecerá ao seu colaborador alguns benefícios, como plano de saúde, plano odontológico, seguro de vida, auxílio alimentação, vale-refeição e vale-transporte. Essa vantagens representam um custo relevante no seu balanço financeiro, por isso, fique atento quando oferecer algum benefício.

Investimentos

Invista em capacitações, treinamentos e  cursos para seus colaboradores. Afinal, quanto mais você capacitá-los, maior será o rendimento deles. Investir no seu funcionário é investir na sua empresa, qualidade da prestação dos seus serviços e até mesmo satisfação do cliente. Além de todas essas vantagens, o funcionário se sente motivado a continuar na empresa.

Atenção na demissão

Até na hora de demitir colaboradores você terá custos que precisam ser planejados.

Atente-se ao prévio, proporcionalidade de férias e de 13º salário, tributos proporcionais ao número de anos trabalhados. Além disso, se a demissão for sem justa causa, há ainda a multa sobre o FGTS, no valor de 40%.

 

São muitas as questões que você precisa analisar  e quanto mais funcionários tiver, mais fatores terá que observar. Os sistemas de gerenciamento on-line ajudam a controlar o pagamento de funcionários por meio da opção contas a pagar. Cuide da saúde da sua empresa e alinhe todas as informações a respeito de pagamento.

nuvem-gestor

 

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.