6 doenças que atacam a saúde financeira da sua empresa

Quando o assunto é finanças, todo cuidado é pouco. E por isso, é preciso estar atento a todos os tipos de ameaças.

Os maus hábitos alimentares podem deixar o indivíduo doente, assim como os maus hábitos gerenciais podem derrubar a sua empresa. Confira as doenças que podem atacar as suas finanças.

Falta de planejamento

Parece óbvio, mas poucas empresas planejam e seguem uma previsão de gastos. Isso acaba em excesso de gastos, compras desnecessárias,  investimento inoportuno e vários outros problemas que afetam o caixa das empresas.  É essencial que ao início de cada mês, semestre e ano, você planeje quais serão os gastos e investimentos da empresa.

Amontoado de tarefas

Quando muitas tarefas se acumulam, fica difícil para o administrador se dedicar aos relatórios e financeiros e prestação de conta. Porém, não possuir esses documentos detalhados é um “tiro no pé” para o controle da empresa. Por isso, a nossa dica é terceirizar a elaboração desses relatórios para os sistemas de gerenciamento on-line, que compilam todos esses dados de forma simples e completa.

Desorganização

Sem organização não dá para manter o setor financeiro saudável e esse é o maior problema das micro e pequenas empresas brasileiras. Toda a movimentação  precisa ser documentada, principalmente por meio das notas fiscais. A dica para se organizar melhor é determinar um dia fixo mensalmente para atualizar os registros e manter tudo em dia.

Procure também a ajuda de um profissional contábil, para auxiliá-lo com as questões burocráticas e tributárias.

Não emitir notas fiscais

Não emitir a nota fiscal é crime. Portanto, fique em dia com a legislação e contrate um sistema de gerenciamento on-line para realizar esse tipo de transação. Sonegar impostos pode trazer sérios riscos para a empresa, como multas, penhores e outras punições.

De olho nas datas de pagamento

São muitas as contas a pagar de uma empresa e por isso mesmo, muitas vezes, elas possuem datas de vencimento diferentes. É muito comum acabar esquecendo a data de uma, pagar atrasado outra e por aí vai. O ideal para essas situações é um sistema de gerenciamento on-line que emite um aviso quanto às contas a pagar, além de computar tudo no fluxo de caixa.

Juntar as finanças pessoais

Provavelmente este é o erro mais comum dos microempresários. Algo que deve ficar em mente é que as finanças da empresa são diferentes das finanças pessoais. Tudo deve ser controlado pelo fluxo de caixa e os dinheiros deve ser separados para que não ocorra um rombo no caixa.

nuvem-gestor

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.