Qual é a estratégia de inovação da sua empresa?

Quando se fala em inovação, as pessoas logo pensam em algo que foi criado do zero. Não é um pensamento errado, mas inovação não quer dizer “criação de coisas”. Inovar pode ser visto também como uma maneira diferente de realizar um procedimento. E é sobre isso que vamos falar hoje.


Existem inúmeras classificações e maneiras que as organizações encontram para inovar no mercado. Essas estratégias de inovação se encaixam em duas grandes redes:

-Estratégias ofensivas.
-Estratégias defensivas.

As Estratégias Ofensivas


Pense com a gente: se você investe mais em pesquisa e desenvolvimento (P&D), portanto, cria mais métodos e produtos diferentes, certo? Exato! As empresas que adotam esse tipo de estratégia possuem departamentos de P&D altamente desenvolvidos.


Mas o que seriam esses departamentos de Pesquisa e Desenvolvimento? São setores ligados à Pesquisa, seja dentro da empresa ou por convênios externos (outras empresas e Universidades, por exemplo), com um investimento financeiro maior.


As pessoas que trabalham nesses setores possuem alta qualificação, realizam planejamentos a longo prazo e procuram desenvolver patentes para a empresa. São essas as empresas que criam e renovam padrões. Um exemplo bem prático de uma empresa que adota esse tipo de estratégia é o grupo televisivo Globo. Muito do que o jornalismo brasileiro adota como “padrão” foi primeiramente pensado pelo grupo Globo.


As Estratégias Defensivas


Apesar do termo “defensivo”, as empresas que adotam essas estratégias não estão sendo “atacadas” por alguém. Esse termo refere-se à maneira como as organizações reagem às inovações que organizações ofensivas trazem ao mercado.


Em geral, empresas de médio e pequeno porte não possuem setores de P&D desenvolvidos justamente pelo orçamento menor. Mas ainda assim há geração de ideias.


Usando o ramo do jornalismo novamente, tomemos o grupo SBT. Há muitas pessoas que não consomem o jornalismo do grupo Globo, então procuram outras fontes para se manter informado. O SBT atende, então, aos consumidores que a Globo não consegue trazer para si.


E é dessa maneira que as empresas defensivas trabalham. Elas procuram inovar onde há lacunas no mercado para assim poderem crescerem também. As organizações percebem as falhas de suas concorrentes procuram soluções para esses problemas para assim conquistarem espaço no mercado.


Apesar nos nomes “ofensiva” e “defensiva” não há uma estratégia melhor ou pior. Ambas são válidas, de acordo com a realidade de cada empresa. O gestor que conhece sua empresa com certeza almeja ser uma referência no mercado e para isso precisa inovar naquilo que há espaço no mercado. Diante disso, ele adota uma das estratégias e vê qual se encaixa melhor com a sua realidade.


E por hoje é só! Continue a nos acompanhar no nosso blog para entender mais sobre o empreendedorismo!

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.