Como funciona a tributação de um MEI?

Se você é empreendedor informal e já precisou emitir alguma nota fiscal, já sabe que um dos critérios exigidos é a formalização do seu cadastro como MEI, não é?

A sigla se refere ao Microempreendedor Individual, ou seja, pessoas que se aventuram como empresários no mundo dos negócios. 

Uma das vantagens em ser MEI é exatamente um controle fiscal menos rigoroso, com registro de CNPJ e diversos outros benefícios. Mas nem tudo é fácil e a burocracia pode levar o fim de um sonho

Um dos pontos que mais gera dúvidas é relacionado aos impostos, que  englobam diversos tributos, como PIS, COFINS, IPI e CSLL e Imposto de Renda.

Tais impostos são requisitados para todas as pessoas jurídicas, mas e para o MEI, também são obrigatórios?

Se você acha que sim, está enganado! O MEI não paga esses tributos, apenas uma baixa quantia destinada à Previdência Social e ao ICMS.

Além disso, o empreendedor individual ainda paga o DAS, Documento de Arrecadação do Simples Nacional, que atualmente beira os R$ 60,00.

Outro ponto a ressaltar é que o valor do imposto do MEI é variável com o corpo laboral, já que caso ele tenha um funcionário (limite legal imposto pelo Estado) registrado, ele deve arcar com as taxas previdenciárias e também o recolhimento do FGTS, como qualquer empresário.

Agora que você já tem nossas dicas de formalização cadastral e impostos do MEI, você deve focar no seu gerenciamento empresarial. Nenhum negócio deve ser levado a esmo, mas sim com a ajuda do melhor parceiro, o NUVEM GESTOR! Temos a plataforma certa para diversos tipos de negócio! Confira em nosso site se a sua empresa tem a cobertura e faça já o nosso TESTE GRÁTIS DE 7 DIAS

Gestão online para empresas

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.