Como ter um fluxo de caixa eficaz

O fluxo de caixa é uma das principais ferramentas financeiras de uma empresa quando se trata de planejamento. Porém muitas vezes ele não é utilizado da forma correta, ou não se aproveita todo o seu potencial.

Em muitos casos o fluxo de caixa acaba sendo subutilizado, servindo apenas como um relatório de entradas e saídas no mês, sem que haja o aprofundamento devido nas informações que ele fornece.

Hoje vamos aprender justamente como extrair o máximo de informações possíveis do seu fluxo de caixa, além de como utilizá-lo na estratégia de crescimento da sua empresa.

Reveja os dados
Defina o prazo
Atualize constantemente
Tenha cautela

Reveja os dados

Em um primeiro momento, para que a análise do fluxo de caixa gere informações relevantes ao negócio, é necessário rever todos os dados que estão inseridos em seu sistema de gestão, para confirmar se não está faltando nada.

Imóvel Integrado

Faça um levantamento de todas as suas receitas e despesas atualmente, bem como as movimentações futuras que já estão previstas, tais contas, parcelas a pagar e receber, salários, etc.

Fazer esta análise minuciosa das informações é o que garante a confiabilidade dos dados para uma verificação futura, bem como para traçar ações a médio e longo prazo.

Defina o prazo

Como dito no início do texto, muitos empreendedores utilizam o fluxo de caixa como um simples relatório para verificar o que entrou e saiu de dinheiro no mês. Esta percepção precisa ser alterada.

O fluxo de caixa precisa ser entendido como uma ferramenta de gestão a longo prazo, por isso você precisa definir um período no qual realizará a análise, tanto do que aconteceu, como do que está previsto.

Normalmente utiliza-se o ciclo de um ano. Analisando este período será possível entender a realidade financeira da empresa ao longo dos meses, padrões de comportamento nas receitas e despesas, entre outras informações.

Isto também é válido para projeções futuras, o que permite planejar com mais eficiência possíveis investimentos, ou momentos onde será necessário reduzir custos para manter a lucratividade da empresa.

Atualize constantemente

Esta preocupação com o fluxo de caixa não deve existir apenas em determinadas épocas do ano. Precisa ser algo constante na rotina da sua empresa, pois só assim os dados do fluxo de caixa serão cada vez mais refinados, e as análise trarão informações muito mais relevantes ao negócio.

Assim, é necessário se criar uma cultura na empresa voltada para o registro exato e constante das informações, minimizando falhas e evitando ao máximo que algo se perca no caminho, pois posteriormente será difícil identificar onde está o problema.

Tenha cautela

É necessário dosar o otimismo ao analisar os dados do fluxo de caixa e planejar futuros investimentos. É um erro comum enxergar um cenário positivo e acabar “se empolgando” com a situação.

Isto não quer dizer que nada deve ser feito quando a situação financeira permitir, mas deve-se ter cautela com investimentos, pois esta situação pode ser um caso isolado.

Também é essencial ser cauteloso ao prever entradas e saídas futuras, para que a empresa não acabe contando com um dinheiro que, na verdade, nunca entrará em seu caixa.

Oficina Integrada - Sistema de Gestão Online

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.