Os 3 maiores erros cometidos por microempreendedores

Muitos empreendedores pensam que possuir uma boa ideia de negócio e capital inicial já é suficiente para abrir uma empresa e se destacar no mercado. Porém, se os recursos da empresa não forem bem administrados, o negócio pode entrar em crise e vir a falência logo nos primeiros anos. Confira os 3 maiores passos em falso que uma empresa pode cometer e reflita se você também comete esses erros.

Não estudar o mercado

Antes de pensar em abrir uma empresa, você precisa estudar o mercado que pretende inseri-la. Muitos empresários possuem uma ideia de negócio e a abrem, sem estudar se o mercado vai aceitar o produto. É preciso definir o público, estar ciente das necessidades dos clientes, quais são os hábitos de compra, como é o diálogo, além das expectativas dos possíveis consumidores.

Se você sabe quem é seu público, como atingi-lo e que meios utilizar para isso, você está no caminho certo.

Não planejar

Após estudar o mercado é preciso planejar. Os riscos precisam ser calculados, para que os possíveis fracassos sejam minimizados. Um planejamento estratégico oferece dados seguros para se apoiar e tomar decisões. Para montá-lo é preciso definir os objetivos e metas, além de analisar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças ao seu negócio, a famosa análise SWOT. Em um texto anterior, explicamos como você pode usar essa ferramenta.

Como aplicar a análise SWOT na sua loja

A falta de metas, prazos e tomada de decisão podem levar à falência do negócio. Por isso, procure definir muito bem a estrutura e estratégias da sua empresa.

 Não controlar as finanças

O planejamento é essencial em todas os setores da empresa, principalmente no financeiro. Uma gestão desorganizada acaba resultando em um controle equivocado dos valores. No fim, eles não batem e você não tem ideia onde foi parar aquele dinheiro.

Precisão e atenção são duas palavras que devem estar juntas quando o assunto é finanças. Registrar todas as entradas e saídas, além da planejar os gastos e investimento é necessário. Riscos e falta de planejamento são coisas bem diferentes.

Os sistemas de gerenciamento on-line são a melhor ferramenta para auxiliar nesse controle financeiro. Esses softwares emitem relatórios de entrada e saída, fluxo de caixa, contas a pagar e receber, além de projeção de gastos. Como são automatizados, são ideias para que você administre todas as suas finanças, sem dor de cabeça.

 

 

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.