4 mitos do software de gestão que você precisa derrubar

O software de gestão já é conhecido e usado há alguns bons anos. Milhares de empresas já adotaram esse sistema, mas ainda existem mitos persistentes sobre o assunto, que ainda geram dúvidas na cabeça dos empresários.

Você, que é empreendedor, sabe como é difícil encontrar tempo para se informar melhor sobre ferramentas tecnológicas que podem facilitar (e muito) a gestão dos seus negócios, não é?

Mesmo assim, é importante que você saiba mais sobre software de gestão, para não se deixar influenciar por mitos comuns que não correspondem à verdade. Então, para poupar seu tempo e facilitar sua tarefa, preparamos esse post para discutir mitos do software de gestão. Confira!

O que é software de gestão?

Só para relembrar, um software de gestão, ou sistema ERP (Enterprise Resource Planning), é um programa que você instala no seu computador ou usa na nuvem para otimizar os processos de gestão da sua empresa.

Em uma só plataforma no computador, você tem todas as áreas da empresa integradas, automatiza processos e elimina trabalhos manuais. E você nem precisa estar diante do computador da empresa para fazer isso, já que, se optar por um software de gestão na nuvem, você acessa a plataforma também por dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Então, se a solução parece tão boa para a empresa, quais são os mitos que ainda persistem sobre software de gestão? Veja alguns:

Quais são os mitos mais comuns?

O uso é complicado

Quem não tem muita familiaridade com recursos tecnológicos tende a escolher um software gratuito ou genérico, mais sujeito a falhas e que, muitas vezes, não oferece suporte técnico adequado. Não é de se admirar que seja logo deixado de lado, e os usuários, frustrados, passam a contribuir com o mito de que o sistema é complicado.

Há soluções personalizadas, desenvolvidas para atender às necessidades específicas da empresa. E um fornecedor de software de qualidade vai oferecer treinamento adequado e suporte técnico em tempo real.

Só é bom para grandes empresas

Muitos pequenos e médios empresários ainda acreditam que um software de gestão, além de complicado, é desnecessário para uma PME e só gera vantagens para grandes empresas.

Na verdade, nada impede que você gerencie seu negócio por meio de planilhas e de processos manuais. O que você precisa ter em mente é que haverá desperdício de tempo e alto índice de erros, com consequências negativas sobre seus resultados.

Um software de gestão implica em benefícios que colocam uma PME em condições de competir com as grandes empresas.

A implementação é demorada

Não há razão para que um software direcionado às pequenas e médias empresas demore mais do que alguns meses para começar a funcionar plenamente.

Um gerente de projeto ou consultor qualificado, uma equipe bem empenhada, a documentação adequada dos procedimentos e o treinamento eficiente são os passos para uma implementação mais rápida e bem sucedida.

Software de gestão é tudo igual, qualquer um serve

Há módulos básicos nos sistemas ERP que são iguais. No entanto, muito programas são desenvolvidos especificamente para tipos diferentes de negócio. O melhor software de gestão é o que atende à especificidade e ao tamanho da empresa, oferecendo os melhores recursos e funcionalidades para seu negócio.

Uma empresa do ramo imobiliário pode adicionar exatamente os módulos e as funções que precisa, em vez de sobrecarregar o sistema com recursos mais adequados a uma oficina mecânica ou a um salão de beleza, por exemplo.

Viu como esses mitos sobre software de gestão não têm razão de ser? Se você gostou deste artigo, compartilhe-o nas suas redes sociais e propague estas informações!

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.