Como atribuir preços a seus produtos

O momento de precificar um produto costuma ser um dos mais delicados para o empreendedor. Já abordamos aqui essa questão se o cliente achar caro demais (E se o cliente achar caro ) , mas também há a preocupação se o cliente vai achar barato e pensar que não é de boa qualidade. São inúmeras dúvidas que surgem nesse momento. Por isso, a Mundomídia reuniu algumas dicas para te ajudar a definir o preço ideal para o seu produto.

O primeiro passo é conhecer muito bem a sua empresa, principalmente quanto aos gastos. Esses custos podem ser fixos, ou seja, que não variam de acordo com as vendas, como aluguel, luz, água, salários, impostos e outros. Ou podem ser variáveis, que estão diretamente relacionados ao volume de vendas, como os gastos com matéria prima, embalagem, comissão de funcionário.

Além de estar atento aos custos, você precisa estabelecer sua margem de lucro. Tenha em mente qual valor você gostaria de obter como lucro para determinado mês. Seja realista de acordo com o momento da sua empresa. É interessante você determinar esse valor pois seu negócio não pode apenas se manter, ele precisa gerar um retorno para você.

Vale ressaltar que existem vários tipos de lucros. Os mais relevantes são o bruto, referentes àquela atividade e o líquido, que são todas as saídas do caixa.

Uma outra questão a se considerar é analisar o preço dos concorrentes e definir o seu de acordo com seu lucro, gastos. Se a concorrência vende um produto por 10 reais, outro por 15, não é interessante você vender o seu por 30. Fique atento aos valores médios do mercado, não se distancie muito.

Estipular preços não é um tarefa fácil. Não basta definir o que você acha, é preciso ter certeza e avaliar todos esses fatores citados. Clientes gostam de preços justos. A linha entre o preço justo e que resultará em lucro é tênue, por isso, encontre o equilíbrio.

Para te ajudar nessa tarefa, contrate um sistema de gerenciamento on-line. Com esse software é possível controlar todas as entradas e saídas. É possível emitir relatórios que ajudam a controlar as vendas, o estoque, o financeiro, e consequentemente, monitorar o seu preço.

Se preocupar com o preço ideal é se preocupar com o cliente, é buscar entender sua realidade e gerar empatia. Isso, não só para atraí-lo, mas para que ele se encante com sua empresa e esqueça da concorrência.

FAÇA SUA INSCRIÇÃOJunte-se a milhares de empreendedores como você. Faça parte da Lista VIP.